O Setor Petroquímico

O Setor Petroquímico

Introdução

A Indústria Petroquímica tem sua base nas matérias-primas obtidas da indústria de energia, principalmente nafta (derivada do petróleo), líquidos de gás natural (extraídos do gás) e carvão.

A Braskem desenvolveu um processo que usa etanol como matéria-prima sustentável, criando assim o eteno verde e o PE Verde®.

  • A matéria-prima passa por um cracker, num processo (craqueamento) onde vários petroquímicos básicos são produzidos.
  • Estes químicos podem ser vendidos para terceiros ou, com o objetivo de criação de valor, podem ser polimerizadas num processo onde se tornam resinas termoplásticas.
  • As resinas são vendidas para transformadores, que as convertem em produto final para venda no mercado.

 

A Cadeia Petroquímica

Eteno e propeno são os químicos de base mais importantes para a cadeia petroquímica.

 

Ranking Global Eteno

Os 10 maiores produtores de eteno foram responsáveis por cerca de 50% da produção global em 2017.

A maioria das Companhias é integrada no downstream ou upstream.

 

Matérias-Primas e Yields de co-produtos

  • O custo de produção do eteno (cash cost) muda de acordo com os créditos obtidos na venda dos co-produtos
  • O cash cost também varia de acordo com a região onde o eteno está sendo produzido

 

Mecanismos de precificação

  • O preço da nafta segue o petróleo, mas também varia com a demanda de gasolina e eteno:

  • O preço do etano é definido pelo gás natural e pela demanda petroquímica:

 

Curva de Cash Cost do Eteno

O preço do eteno é definido pelo produtor marginal, aquele com maior cash cost - geralmente plantas menores, base nafta, localizadas na Europa ou Ásia:

O preço do PE é definido pelo custo do eteno + custo de polimerização + margem

 

Cash Cost do Eteno - Histórico

A dinâmica de cash cost do eteno muda com o tempo:

  • Com a revolução do Shale Gas, o etano se tornou a matéria-prima mais vantajosa para a produção de eteno
  • Com o aumento na produção de petróleo nos EUA no período de 2014-2015, o eteno base nafta voltou a ser competitivo

 

Cash Cost do Propeno

No caso do propeno / PP, a precificação se dá da seguinte maneira:

  • O propeno no passado era apenas um co-produtor da produção de eteno
  • Com o aumento na demanda de propeno e maior uso de etano como matéria-prima, a produção de propeno on-purpose (base propano, sem co-produtos) tem aumentado muito nos últimos anos
  • O novo cenário alterou o mecanismo de precificação do propeno (que antes seguia o eteno) para uma dinâmica de produtor marginal
  • O produtor marginal geralmente é o asiático

O preço do PP é definido pelo custo do propeno + custo de polimerização + margem

 

Trade Global

O preço praticado no Brasil obedece a regra de paridade de importação:

Apesar da China ser um grande importador de resinas, outros países da Ásia exportam uma quantidade significativa de produto, influenciando o preço em outras regiões como América do Sul. É importante lembrar também que as arbitragens são dinâmicas e podem mudar com o tempo.

 

Ciclicidade da Indústria

Investimentos em novas capacidades na Indústria Petroquímica não ocorrem linearmente com a demanda, o que causa um excesso de oferta significante em certos momentos do ciclo.

No início de 2018 a Indústria começa a entrar no período de start-up de novas capacidades, principalmente de projetos base etano nos EUA que atrasaram e estão agora em fase de comissionamento. O ciclo de baixa deve ser bem menor que o esperado, pelo fato de que o atraso nos projetos forneceu tempo para que a demanda mundial crescesse e absorvesse o excesso de capacidade.

A próxima onde de novas capacidades deve acontecer apenas após 2020.